11 de março de 2016

Personalidade: Metamorfose Ambulante

Hoje trago vos um tema um pouco diferente, mas espero que vocês gostem!...

Personalidade: Carácter ou qualidades próprias da pessoa.

Quem nunca sofreu, nem que seja um pouquinho, devido à sua personalidade!? Todos passamos por aquela fase em que não sabemos quem somos e/ou que detestamo-nos como somos, é horrível, sim...

Eu tenho mau feitio e quem está a ler este texto e também tem mau feitio, já sabe o quanto sofremos... por sermos quem somos!

Então, o meu mau feitio, apesar de ser algo que está sempre presente porque faz parte de mim, há dias em que estou pior e dias em que estou melhor. O meu mau feitio revela-se quando, por exemplo, estou a trabalhar em grupo e digamos que, sou péssima para trabalhar com outras pessoas, odeio que me contrariem e gosto de fazer sempre tudo à minha maneira, mas isto ainda não é o pior. O pior surge quando gente muuuuuito desorganizada e preguiçosa, com a qual sou obrigada a trabalhar, me começam a irritar: não trabalham nada, passam o tempo na galhofa, enfim este género de coisas. E comigo não há meio termo, eu passo-me logo! Eu devo ser muito cómica quando estou irritada, além de ter um tom de voz naturalmente elevado e começar a gritar, se calhar às vezes ainda começo a deitar fumo das orelhas, porque ninguém me leva a sério, começam logo a gozar. Esta deve ser a pior das maneiras de eu revelar o meu mau feitio, para não falar de quando respondo torto às pessoas e tal...

Por muito que eu tente ser simpática, não consigo! Sabem aquelas pessoas naturalmente simpáticas!? Como eu as invejo! Por muito que ponha um sorriso na cara e tente falar normalmente, é diferente! E então aquelas pessoas compreensivas que ouvem todos os desabafos das outras pessoas? Pois eu sou o oposto, até posso ouvir mas não sei dizer uma palavra amiga, dar um conselho, essas coisa. Eu sou mais daquelas que falam, falam e nunca se calam!

Depois vêm aquelas pessoas super divertidas com quem é um prazer falar. Ora eu não sou assim, ou só digo disparates ou então estou calada, porque apesar de ter algum à vontade não é assim tanto como isso!

Sei que isto pode parecer um texto em que estou para aqui a deprimir, mas não é! Apesar de estar na adolescência, que é aquele período muuuuito complicado, aprendi a valorizar-me, a tentar ser um pouco melhor todos os dias, a fazer as coisas que gosto e rodear me de gente que me compreende!

Se tens problemas com a tua personalidade e estás em guerra contigo mesmo pensa: ''Se eu não gostar de mim quem vai gostar!?'', a melhor coisa que podes fazer é rodear-te de pessoas que te valorizam tal como és, sei que na adolescência é complicado. Por exemplo, se não conheces muitas pessoas ou não vês as pessoas que te valorizam muitas vezes e estás apenas com aquelas que te deitam abaixo, faz aquilo que gostas (ler, ver séries, filmes, praticar desporto), sorri, tenta melhorar as tuas notas e pensa nas coisas que tens de bom.

Eu posso ter muitos defeitos, mas sou inteligente, tenho alguma cultura, consigo distinguir os locais onde estou e mudar a minha postura facilmente (por ex. sei comportar-me devidamente e ser educada dentro da sala de aula apesar de cá fora fazer as minhas asneiras), etc.

E tu, também sofres ou já sofreste com a tua personalidade?

E lembra-te: sê tu próprio! Podes tentar fazer melhor todos os dias, mas a perfeição não existe e só traz frustração!

8 comentários:

  1. Sempre tive uma personalidade forte portanto nunca me deixei ir abaixo facilmente, sei que não sou a melhor pessoa do mundo mas sei que com todos os meus defeitos e qualidades sou boa pessoa e sou eu própria!

    Beijinhos, Hellen
    http://instantesimprovaveis.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Gostei muito de ler o texto! É fundamental para pessoas com falta de auto-estima que levantem a sua moral e não se deixem ir abaixo com opiniões alheias. Nós devemos ter em conta aquilo que nos faz feliz e não tentar agradar aos outros.

    Um beijinho,
    http://secretsofablondie.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  3. Concordo contigo. Devemos ser como somos e não ligar ao que os outros vão pensar e dizer. Somos como somos e ninguém tem nada a ver com isso.
    Beijinhos
    http://missdreamer-blogger.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Vera, adorei este registo no teu blog! Parabéns. Muito bem estruturado e concordo contigo!
    Um beijinho
    elisaumarapariganormal.blogspot.pt

    ResponderEliminar